terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

"Tô me guardando pra quando o carnaval chegar..."


O Domingo foi de samba, e o samba me invadiu, me sequestrou e dele só quero me livrar na quarta de cinzas.

O Domingo foi de samba, quadra do Salgueiro, lotada. Foi o dia da feijoada que não foi, mas quem liga? Juninho liga.
E o porteiro dizia: -Mas não tem mais camisa!
No que o Juninho retrucava: - Mas eu não quero camisa, eu quero feijão!
E quem disse que no mundo do samba não tem regras? Tem sim: Sem camisa, sem feijão!

E quem vai discutir com o homem da portaria? É ele quem abre as portas pro samba!
Entramos!
Ahhhhh, o samba! Quem não gosta, como já dizia o poeta, bom sujeito não é! É ruim da cabeça, doente do pé e traz consigo uma pontinha de infelicidade. Porque é no samba que ela mora, a tal da felicidade, estampada no sorriso da mulata, reside bem ali, na ginga da passista, no abanar do leque das senhoras da velha guarda!

No samba, por um segundo seu coração se transforma em bateria, bate no compasso dos tamborins, você faz parte do show.

A quadra do salgueiro é sim um caldeirão, 30 minutos em que o sistema de ventilação parou de funcionar e o caldeirão ferveu! Nunca suei tanto na minha vida, a blusa grudava no corpo, o samba grudava na alma.
E lá ia o amigo do Juninho procurar um lugarzinho mais fresco... Como assim menino? Tá tudo fervendo!
E todo mundo sambava, Marido bebia a cerveja que descia gelada aplacando o calor e relaxando a mente, enquanto no palco começava o show do Diogo Nogueira e no chão começava o show do coral que cantava as músicas como que energizando o artista.

Era chegada a hora da partida, mas não sem antes assistir à entrada triunfal da Banda da Rua do Mercado, uma das mais tradicionais do Rio. E tudo virou um contagiante grito de carnaval, com marchinhas, trenzinhos, pulos, palmas, sorrisos e tudo o mais que há de bom nessa vida!

Da quadra do Salgueiro você sai cansado como nunca, mas numa estranha contradição, com as baterias recarregadas pro resto do ano!

Aqui no Rio o calendário não tem vez, os dias de folia estão marcados em vermelho no mês de março, mas o Fevereiro já é todo carnaval!

4 comentários:

Júuh . disse...

O prefeito da minha cidade resolveu por bem, que esse ano não teria carnaval aqui, o que vem causando a revolta da população. Não sei no que isso vai dar, e eu fico aqui lamentando porque nem poder viajar eu vou. =/

Aproveita por mim também Lu!
Beeeijo

Juliana disse...

Salgueiro é o Caldeirão!!!

Lu, eu não tenho coragem de ir em quadra de escola de samba. Me parece um inferno, mas vc fez esse inferno parecer paraíso ,hein!

O MEU Salgueiro é lindoooo!!

lety disse...

Aeeeeeeeee.. Salgueiro.. Salgueiro!!!

O Carna tá chegando hein...rsrsrs

Mila. disse...

AMEIIIIII esse post!

Eu amo samba também, já fui pro Salgueiro e foi demais!

Vc é da Tijuca mesmo???

Dá uma passada no meu blog!

Beijão!!

 
Web Statistics